O papel do Arquiteto e a missão e benefícios da Arquitetura Corporativa

papeldoarquiteto

O papel do Arquiteto de TI se altera durante as várias fases do processo arquitetural;

  • Conhecimento genérico, tipicamente liderança, trabalho em equipe, inter-relacionamento pessoal, etc;
  • Conhecimento no Negócio e em processos, tipicamente relacionado ao negócio da respectiva empresa, casos de negócio, processos de negócio, planejamento estratégico, etc;
  • Conhecimentos de algum framework de arquitetura corporativa (EA), metodologia de gestão da arquitetura, construção dos building blocks, desenho de soluções, integração de sistemas, etc;
  •  Conhecimento em metodologia de gestão de projetos, tipicamente controle de prazos, matriz de responsabilidades, controle de mudança e definição de escopo, ferramentas respectivas ao conhecimento, etc;
  • Conhecimento generalista de TI, tipicamente conhecimento de outros frameworks como ITIL, ISO27001, gestão de ativos, CMDB, planejamento de mudança, incidentes, SLA, etc;
  • Conhecimentos técnicos específicos, tipicamente durante a ase de projeto técnicos especialistas nas mais diversas áreas serão envolvidos para entrega das partes respectivas do Enterprise Continuum;
  • Conhecimento legal(lei jurídica do país), tipicamente a respeito da proteção dos dados, leis, contratos, processo de compras, fraudes para auxiliar na definição e contratação de serviços alinhados com as necessidades e possibilidades da TI.

Durante todo o processo o arquiteto desempenha um papel de liderança vital sendo o profissional com o maior conhecimento generalista. Nas reuniões de trabalho deve adotar uma postura bastante singular, dando preferência para o diálogo e a construção do coletivo e preferenciamente não ser arrogante, procurando auxiliar o grupo com grande volume de informações para execução bem sucedida do ADM*.

Missão da área

Garantir uma Arquitetura Corporativa integrada, flexível e orientada à serviços, que promova a inovação e o uso racional dos recursos de TI para sustentar os objetivos estratégicos da respectiva corporação.

Possíveis benefícios da adoção

Os benefícios que a abordagem de Arquitetura Corporativa proporciona às organizações está relacionada à melhoria dos negócios, transformando princípios em ações práticas, garantindo a preservação dos investimentos e o “time to market” de produtos/serviços que necessitem da TI, auxiliando profissionais de negócios e TI na tomada de decisões corretas, pautada nos princípios da governança corporativa, contribuindo para a perenidade dos negócios.  Veja abaixo alguns exemplos;

  • Exploração mais eficiente das operações de TI e Telecom
  • Menores custos de desenvolvimento, manutenção e suporte de soluções de TI
  • Aumento da portabilidade e mobilidade para as aplicações
  • Melhoria da interoperabilidade entre sistemas
  • Facilidade de evolução e substituição de sistemas
  • Maior retorno sobre os investimentos realizados
    • Redução da complexidade da infraestrutura de TI e Telecom
    • Maximização do ROI da infraestrutura existente
    • Facilidade para fazer, comprar ou terceirizar soluções de TI
    • Redução dos riscos em um novo investimento e do TCO
    • A capacidade de processar carve-ins e carve-outs com amais rapidez e menores custos
  • Processo de compra (procurement) mais barato, simples e rápido

*ADM – Architecture Development Method – Fonte: Open Group Togaf 9.1

Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *